O termo “vestuário desportivo” refere-se a todo o vestuário especialmente concebido para utilização em atividades desportivas.

O conforto proporcionado pelo vestuário é um dos principais critérios de seleção por parte dos desportistas, profissionais ou não, embora o vestuário não afete só o bem-estar mas, também, o desempenho do atleta.

De modo a maximizar a performance do atleta, o vestuário desportivo deve, principalmente, ser eficiente, na termoregulação corporal e na transferência de humidade.
É de realçar que todos estes fatores são dependentes da estrutura fibrosa utilizada.

Os desenvolvimentos nesta área, nos últimos anos, passam por encontrar materiais e estruturas fibrosas que sejam: leves, mas duráveis; à prova de água, mas respiráveis e macios; e, mais resistentes. Deste modo, têm surgido os “tecidos inteligentes”. Estas estruturas fibrosas foram pensadas e desenvolvidas para potenciar os benefícios das atividades físicas e minimizar os seus possíveis inconvenientes.

As estruturas fibrosas utilizadas na produção de vestuário desportivo, apresentam sempre alguma elasticidade, de modo a garantir uma liberdade ilimitada de movimentos e a transportar a humidade do corpo para as camadas fibrosas próximas do meio exterior, assumindo assume um papel fundamental na otimização da performance do atleta. Com a combinação adequada de fibras, fios e tecnologia de processamento, é possível produzir estruturas ideais para o vestuário desportivo funcional.

As fibras mais utilizadas no desporto são fibras sintéticas e de alta performance.

As fibras sintéticas podem ser modificadas no processo de fabrico, por exemplo a produção de fibras ocas ou de fibras com secções diferenciadas, ou serem misturadas com fibras naturais, de modo a melhorar as propriedades termofisiológicas. As propriedades de resistência aos raios U.V. ou as antimicrobianas fazem com que a utilização destas fibras no desporto seja ainda mais apelativa.

As fibras de alta performance oferecem propriedades especiais, dependendo da modalidade desportiva e apenas através destas é possível responder às exigências das várias modalidades.

Arquitetura
Desporto
Medicina
Transportes