Fibrenamics Green

Fibrenamics Green na Semana Europeia da Prevenção de Resíduos

O projeto Fibrenamics Green – Plataforma para o Desenvolvimento de Produtos com base em resíduos organizou duas atividades inseridas na Semana Europeia da Prevenção de Resíduos, do concelho de Guimarães.

“Fibrenamics Green: Do Resíduo ao Produto” foi o mote que originou um Workshop e uma Exposição, cujo principal objetivo consistiu em dar a conhecer o processo de valorização de diversos resíduos, assim como demonstrar as potencialidades e mais-valias deste recurso, quando incorporado na cadeia de valor das indústrias.

A Exposição Fibrenamics Green: Do Resíduo ao Produto decorreu na Associação Comercial e Industrial De Guimarães (ACIG), durante toda a Semana Europeia da Prevenção de Resíduos, de 19 a 27 de novembro 2016. Esta iniciativa contou com a visita de vários cidadãos vimaranenses e dezenas de alunos de escolas secundárias e técnico-profissionais do concelho.

A complementar a exposição decorreu também na ACIG, numa vertente mais empresarial, o Workshop Fibrenamics Green: Do Resíduo ao Produto com o objetivo de dar a conhecer o projeto e sensibilizar as indústrias para o conceito da Economia Circular, por via da valorização de resíduos a partir do design e engenharia de produto.

Este evento de networking empresarial, iniciou-se com uma sessão de apresentação do projeto Fibrenamics Green, introduzindo a temática da sustentabilidade e da recuperação e valorização de resíduos. Seguiu-se a palestra ‘Economia Circular na Competitividade das Empresas’ pelo ISQ – Instituto da Soldadura e Qualidade, onde Sílvia Vara apresentou os pilares da Economia Circular e a importância desta metodologia no desenvolvimento sustentável das indústrias a médio e longo prazo.

Numa lógica participativa e de envolvimento da comunidade, Isabel Loureiro finalizou o Workshop com a apresentação da Estrutura de Missão e as linhas gerais da candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia 2020, um projeto que visa a fazer de Guimarães um concelho mais verde e ecológico.
O plano de ação do projeto resulta da colaboração direta da Câmara Municipal de Guimarães e da Universidade do Minho que visa uma melhoria contínua de 12 áreas de referência ambiental, que contribuem para o desenvolvimento sustentável do território. Segundo Isabel Loureiro “a multidisciplinaridade, a transversalidade, a inovação através da investigação aplicada, a replicabilidade dos vários projetos piloto, são algumas das caraterísticas das ações que estão a ser implementadas em contexto territorial e que são também resultado das sinergias dos diversos centros de investigação que estão a colaborar para esta candidatura”.

O evento terminou com uma sessão de networking durante a visita das entidades presentes à exposição “Do Resíduo ao Produto”, que decorreu durante toda a Semana Europeia da Prevenção de Resíduos.

O projeto Fibrenamics Green – Plataforma para o Desenvolvimento de Produtos com base em resíduos é cofinanciado pela União Europeia através do FEDER – Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, enquadrado no NORTE 2020 – Programa Operacional Regional do Norte 2014-2020 com um custo total elegível de 552.856,83€, apoio financeiro da EU de 469.928,31€ e autofinanciamento de 82.928,52€.

Norte2020, Portugal2020, União Europeia, CVR, Fibrenamics, Universidade do Minho
Fibrenamics Green Workshop do Resíduo ao Produto