Mensagem editorial

Raul Fangueiro – Coordenador da Plataforma Fibrenamics

O sector têxtil tem-se afirmado, nos últimos tempos, como um dos mais inovadores em Portugal, como consequência da incorporação de conhecimento técnico-científico, em produtos e processos, proveniente de áreas tão diversas como a nanotecnologia, a biotecnologia, a microeletrónica, a biologia, entre muitas outras. Assumindo-se como um setor extremamente resiliente, tem sabido responder, com maior ou menor dificuldade, às contínuas flutuações do mercado e às fortes pressões impostas por consumidores cada vez mais informados e exigentes. No passado recente, a par de outros setores tradicionais, afirmou-se mesmo como um dos pilares fundamentais na recuperação da economia portuguesa, assente na forte exportação de bens transacionáveis.

Os têxteis-lar, têm sido, desde sempre, uma das principais bandeiras dos têxteis portugueses, constituindo-se como um sub-sector extremamente pujante, com forte propensão exportadora, onde a qualidade, o design e a inovação se têm assumido como os principais vetores do sucesso. No que à inovação diz respeito, importantes desafios se colocam neste domínio, considerando as necessidades especifícas das aplicações dos têxteis nos domínios mesa, cama e banho, onde questões relacionadas com a sustentabilidade das operações e dos materiais, a facilidade de manutenção, o conforto, o toque e a interação com o utilizador e o espaço, assumem particular relevância.

Nesta newsletter, mostra-se como as atividades da Plataforma Internacional Fibrenamics, nas suas diversas vertentes, têm contribuindo para o fortalecimento dos têxteis-lar portugueses, principalmente no que concerne à resposta aos desafios com que o futuro tem constantemente inquietado este sub-setor. Assim, no âmbito da vigilância tecnológica, apresentam-se as principais tedências tecnológicas que marcam e marcarão o desenvolvimento de novos produtos, com base no trabalho de análise realizado na ITMA2015 que teve lugar em Milão, recentemente. Por outro lado, mostra-se como o Grupo LASA, em parceria com a Fibrenamics, tem respondido à tendência de desenvolvimento de têxteis-lar capazes de interagir com os utilizadores, consubstanciando verdadeiros produtos inteligentes capazes de reagir a estímulos externos, no âmbito do projeto de investigação e desenvolvimento SMARTBED.

A MundoTêxtil, uma das maiores empresas de têxteis-lar da Europa, senão mesmo a maior, partilha a forma como a sua estratégia de inovação, definida com a Fibrenamics, tem sido um dos fatores chave para a diferenciação e crescimento da empresa no mercado global. E, ainda nesta edição, convidámos o CEO da Inovafil a escrever um artigo de opinião sobre a importância da inovação em todos os setores, incluindo as indústrias ditas tradicionais.

A Plataforma Internacional Fibrenamics é, e continuará a ser no futuro, um parceiro previligiado das empresas associadas à conceção, produção e comercialização de têxteis-lar, contribuindo, com o seu conhecimento, para o desenvolvimento das soluções tecnológicas mais adequadas aos desafios deste sub-setor.

Fibre the Future!

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on Twitter
Raul Fangueiro