Vigilância tecnológica

ITMA 2015 – 12 a 19 de novembro de 2015

A ITMA é uma das maiores feiras do mundo em maquinaria direcionada para a indústria têxtil, integrando desde a produção e transformação da fibra em fio até ao acabamento final. É uma feira que se realiza desde 1951, de quatro em quatro anos, e que na edição de 2015 teve como palco a imponente cidade de Milão, em Itália. A Fibrenamics esteve na capital do design entre os dias 12 e 19 de novembro de 2015, para conhecer as últimas novidades da maquinaria têxtil, bem como ficar a par das novas linhas de desenvolvimento tecnológico destes equipamentos.
Marcaram presença na ITMA 2015 1400 expositores, oriundos de 40 países, e mais de 100 000 visitantes, vindos de todo o mundo para visitar as 12 áreas em que a feira estava dividida: fibras e fios, tecelagem, malhas, não tecidos, bordados, entrançados, tinturaria, acabamentos e químicos, equipamentos de transporte e logística, software, reciclagem e inovação. Verifica-se que o denominador comum entre as várias áreas é o aumento da velocidade e a sustentabilidade, ambiental e económica.

No âmbito da tecelagem verificou-se a abundância de teares jacquard com velocidades mais elevadas. Também na tecnologia de tricotagem os equipamentos, além da elevada velocidade de produção, estão capacitados para introduzir novos padrões nas estruturas fibrosas. Os não tecidos abandonaram o conceito tecnologia low cost para se posicionarem na reciclagem de produtos, muito direcionados para a indústria automóvel e da construção. Relativamente aos entrançados, não se verificam grandes inovações a nível tecnológico dos equipamentos, apenas se registam velocidades de produção elevadas. Ao nível da tinturaria verificou-se uma inovação importante: o tingimento de poliéster sem utilização de água. Esta é sem dúvida uma inovação que revolucionará a indústria e que irá possibilitar reduzir a poluição dos efluentes.
Por fim, a grande novidade da feira, foi o crescimento exponencial da estamparia digital, passando este sector a representar uma área considerável da feira: mais do que um pavilhão dedicado a esta tecnologia! Além das elevadas velocidades de impressão, foi possível observar marcas com máquinas a imprimir a uma velocidade de 338 m2/h com a possibilidade de utilização de 8 cores, com uma resolução entre 600 e 1200 dpi. Se entende que esta resolução não é suficiente para atingir os seus padrões de qualidade, informamos ainda que já existe um equipamento capacitado para imprimir em alta resolução 2880 dpi, com uma velocidade de 160 m2/h. Por outro lado, existem máquinas muito versáteis, no que diz respeito à matéria-prima utilizada para impressão, sejam elas naturais ou sintéticas.
Os mais entusiastas estariam à espera de encontrar equipamentos que permitissem a industrialização da eletrofiação (electrospinning). Provavelmente esta será a novidade da próxima edição, que irá decorrer de 20-26 June 2019, em Barcelona (onde se realizou a edição de 2011).

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on Twitter
ITMA 2015