Materiais Ativos para Sensorização

É factual que vivemos numa era profundamente moldada pela tecnologia e pelo mundo digital. Tecnologia essa que atua continuamente em nosso proveito, proporcionando maior comodidade ao nosso dia-a-dia.

Fruto dessa necessidade da interação homem-máquina surgem uma série de mecanismos que ambicionam a todo o momento transitar os inputs manifestamente analógicos do homem para inputs digitais e também eles mais cómodos substituindo em alguns casos os sentidos humanos.

A sensorização surge como resposta a essa ânsia e visa o estabelecimento de uma relação de simbiose entre a tecnologia e o homem. Revela-se assim uma das possibilidades mais promissoras no que toca à funcionalização de materiais.

O que irá ser abordado:
— Sensorização de fibras
— As oportunidades para a indústria
— A aplicabilidade em produtos: casos de estudo

Oradores
Miguel Navarro
Miguel Navarro é mestre e licenciado em Bioquímica pela Universidade de Coimbra.
Esteve envolvido em vários projetos no âmbito da biologia celular e molecular, tendo concluído o seu mestrado com uma dissertação em análise de metabolismo hepático com recurso à técnica de ressonância magnética nuclear.
Integra a equipa Technology da Fibrenamics desde 2018 onde assume a função de Technology Researcher on Biochemistry e um especial foco na bioquímica aplicada à engenharia de materiais.

Data
25 de junho de 2020

Duração
1 hora
(contempla 15min para P&R)

Horário
14h00 – 15h00
(hora de Lisboa UTC +1)

Língua 
Português

Preço
Gratuito

Mais Informações
Ricardo Zocca
Telm: 910 562 552
Email: ricardozocca@fibrenamics.com

Oradores
Miguel Navarro
Miguel Navarro
Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on Twitter