BCR – Braided Composite Rods

01-01-2010

Este projeto, desenvolvido pela Universidade do Minho, consiste na criação de varões compósitos entrançados – BCR – para reforço de betão (vigas, pilares e, em forma de rede, lajes e pavimentos) e estabilização de solos (pregagens e ancoragens).

A corrosão do aço obriga à reabilitação de todo o tipo de construções. Quando utilizado no reforço do betão, dá origem à sua fissuração e ao seu destacamento. Em ambientes mais agressivos, tais como construções junto ao mar, este problema é ainda mais grave, obrigando a um investimento regular na preservação e reabilitação das estruturas. Por outro lado, o peso dos materiais de reforço é um fator importante, quer na logística do transporte para a obra, movimentação e aplicação em obra, quer na limitação de produção e reforço de elementos de betão onde o seu peso é uma condicionante.

Os varões compósitos entrançados (BCR) não sofrem corrosão, eliminando, deste modo, a necessidade de reabilitação das construções, apresentando elevada durabilidade. Este produto apresenta, por outro lado, um peso inferior ao dos varões de aço correntemente utilizados para reforço de betão (os BCR são 80% mais leves que os varões de aço). Desta forma, os BCR eliminam os custos de reabilitação e diminuem os custos logísticos de transporte para a obra e de movimentação e aplicação em obra. Paralelamente, permitem o reforço de elementos de betão em que o peso do material de reforço é uma condicionante.

Os BCR são varões leves com relação tensão de rotura/peso específico elevada permitindo o reforço de elementos de betão em que o peso do material é uma condicionante. Os seus materiais constituintes são materiais inteligentes, possibilitando a monitorização dos estados de tensão das estruturas através de ensaios não destrutivos “in situ”. São produzidos com diferentes tipos de materiais, de acordo com as solicitações da aplicação em vista, e possui uma superfície nervurada e é desenvolvida numa única etapa de produção. Os BCR apresentam propriedades mecânicas, físicas e químicas compatíveis com as exigências que o reforço do betão apresenta e, desta forma, podem ser utilizados em substituição dos varões de aço, eliminando o principal problema associado ao reforço de betão com aço – CORROSÃO das armaduras. São igualmente indicados na substituição dos varões de aço na estabilização de solos.

Sumarizando, estas são as principais características dos BCR desenvolvidos:

– Não sofrem corrosão;

– Permite a monitorização dos estados de tensão das estruturas através de ensaios não destrutivos;

– Possui elevada durabilidade;

– Possui elevada relação desempenho-custo;

– Diminui a degradação das estruturas e os facilita os procedimentos de reabilitação das estruturas;

– Diminui os custos logísticos relativos ao transporte, manuseamento e aplicação em obra.

BCR – Braided Composite Rods

Consórcio

Fibrenamics
Sciencentris
Universidade do Minho
Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on Twitter