PROTECHDRY SMART – Desenvolvimento de vestuário interior inteligente para incontinentes

01-04-2013 a 28-02-2015

O projeto ProtechDry Smart (Projeto QREN nº30324/2013), promovido pela Impetus, é co-financiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) através do Quadro de Referência Estratégica Nacional (QREN).

Estima-se que no mundo existam cerca de 200 milhões de pessoas que sofrem de incontinência urinária, sendo que entre 15 a 30% dessas pessoas têm mais de 60 anos. Segundo a Associação Portuguesa de Urologia:

– As mulheres têm uma probabilidade duas vezes maior que os homens de sofrerem de incontinência;

– os idosos são o grupo etário mais atingido, sendo que cerca de 90% de incontinentes estão nos lares de terceira idade e casas de repouso;

– Sabe-se que cerca de 10 % das crianças na Europa tem enurese noturna (incontinência urinária durante a noite) atingindo também 1 % de jovens com mais de 16 anos;

– Em Portugal a incontinência atinge cerca de 600 mil pessoas, entre os 45 e os 65 anos, sendo a proporção de casos de incontinência urinária de 3 mulheres para cada homem.

A Impetus oferece já no mercado o produto Protechdry (www.protechdry.com) que se assumiu, à data do seu lançamento, como uma verdadeira inovação nas soluções reutilizáveis para incontinência ligeira masculina e feminina.

O presente projeto de investigação e desenvolvimento, liderado pela Impetus, em parceria com a Plataforma Internacional Fibrenamics da Universidade do Minho, é uma evolução do anterior projeto ProtechDry http://www.protechdry.com/pt/1-protechdry/1-tecnologia/ e tem como principal objetivo o desenvolvimento de vestuário interior reutilizável e inteligente para incontinentes com moderada perda de urina. O vestuário desenvolvido, tanto para homem como para mulher, para além de se apresentar como uma peça perfeitamente convencional, ser reutilizável, eliminar os odores e manter a pele seca, apresenta como principais características inovadoras os seguintes aspetos:

  • Capacidade de absorção duplicada, mantendo as suas funcionalidades e segurança;
  • Possui um sistema de deteção e alerta de fugas de urina;
  • Possibilidade de utilização em ambientes aquáticos.

Este processo teve como objetivos:

  • Aumentar a capacidade máxima de absorção deste protótipo reutilizável, aumentar também a sua sensação de secura e um melhoramento no desempenho de neutralização de odores;
  • Criação de protótipos para ambientes de praia, com um design apelativo e seguro;
  • Criação de um sistema de alarme que monitorize as perdas de urina do utilizador e o alerte do limite da sua capacidade de absorção.

Resultados: Um portefólio de protótipos na área da incontinência urinária para diversos ambientes, sempre com segurança e conforto para o utilizador.

Consórcio

Financiamento

IMPETUS
Universidade do Minho
Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on Twitter